ALERTA DE VÍRUS H1N1 - SUL DE MINAS GERAIS

Secretaria de Saúde confirma 2ª morte pelo vírus H1N1 no Sul de Minas

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou nesta quarta-feira (26) a 2ª morte pelo vírus H1N1 no Sul de Minas. A morte foi registrada em Pedralva (MG). Um outro caso já havia sido confirmado anteriormente em Campo Belo, onde um senhor de 54 anos já havia morrido pelo vírus.


Agora nova morte foi registrada na cidade de Pedralva, no entanto a secretaria não divulgou mais informações sobre a vítima. No dia 23 de maio, foi confirmada a morte de um homem de 54 anos em Campo Belo.
Até o momento, são 22 mortes registradas pelo vírus em Minas Gerais. No Sul de Minas, a Secretaria de Saúde informou que já foram confirmados 14 casos de contaminação pelo vírus influenza em sete cidades. Desses casos, dois evoluíram para morte devido ao subtipo H1N1.

Confira abaixo onde já foram confirmados casos de influenza no Sul de Minas:

Varginha - 5 casos
Três Corações - 3 casos
Lavras - 2 casos
Campo Belo - 1 caso / 1 morte
Cristais - 1 caso
Pedralva - 1 caso / 1 morte

Poços de Caldas - 1 caso



A gripe H1N1, também conhecida como Influenza A, tem sintomas muito parecidos com os da gripe comum, uma vez que causam febre alta, acima de 38º, com início repentino; dores musculares, de cabeça, articulação e de garganta; irritação nos olhos; tosse; coriza; cansaço; inapetência; vômitos e diarreia.

Como esse vírus ainda é relativamente novo, o resultado dos exames e o diagnóstico pode demorar mais, mas é importante não se automedicar.

Além disso, há formas práticas de se prevenir contra o vírus, sendo elas:
Lave frequentemente as mãos com água e sabão e/ou as desinfete com produtos à base de álcool.
Ao usar lenços descartáveis para cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, lembre-se de jogá-los fora.
Evite o contato com pessoas doentes e locais com multidões.
Após tocar em objetivos de uso coletivo, NUNCA leve as mãos aos olhos, nariz ou boca.Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, talheres ou outros.Se puder, não viaje para locais onde há suspeita de casos pelo vírus.
E lembre-se: com o aparecimento de sintomas, procure ajuda especializada.
Tecnologia do Blogger.