ENTREVISTA - ANDREA APARECIDA DE JESUS RAMOS MOTA

Andrea Aparecida de Jesus Ramos Mota 

Cargo: Vereadora
Partido: Partido Popular Socialista (PPS)

Quais seus planos em relação à política? 

Meus Planos com relação à política e chegar em 2020 com a certeza de que cumpri o meu papel e honrei cada voto recebido. Hoje não tenho planos futuros para a política, pois tenho apenas o olhar voltado para este meu mandado em exercício. Acredito que o futuro será a soma de todo o meu trabalho prestado para toda a população que represento. 

Como é ser uma mulher na política? 
É complicado, embora sejamos todas muito vencedoras, embora tenhamos alcançado um patamar diferenciado, em qualquer função ou trabalho que a mulher entre, sempre vai ter um olhar de inferioridade e um certo preconceito. 
E na política não é diferente. A mulher tem uma visão mais detalhada, um olhar mais carinhoso, uma atenção maior resumindo uma visão maternal. Até pela correria da vida e ter uma certa responsabilidade com a família. Podemos ver que a mulher concilia várias funções. E isso na política incomoda algumas pessoas, e quando isso acontece, podemos ver pessoas querendo nos derrubar, atrapalhar e tentando ser uma pedra no seu sapato para nos fazer desistir, mas no meu caso com as pedras eu construo pontes.

Como você define o seu trabalho?
Eu venho de uma família muito simples, a minha mãe foi embora de casa quando eu tinha 3 anos de idade. Meu pai lutou muito, e eu com 3 anos e minha irmã com 8 meses, ele enfrentou uma “barra” nos criando. E eu cresci vendo o trabalho e o esforço do dia a dia do meu pai, e com esse contexto todo digo que aprendi a fazer o bem sem olhar a quem, toda a minha vida. 

Quando me casei fui coordenadora comunitária onde morro no Capote por 17 anos, lá implantei a Pastoral da Criança que não tinha na época, implantei várias eventos para crianças que temos até hoje a Igreja que na época ia pouca gente e logo fizemos um trabalho para incentivar os moradores a frequentar. E com esse voluntariado aprendi muito com o povo. 


Então o meu trabalho hoje é voltado especialmente para o povo dando uma atenção muitos especial a todos. E muitas vezes as pessoas que me procuram são apenas para conversar, sem interesse nenhum. Em 2017 percebi que várias mulheres no município estavam passando por muitas dificuldades. Em 2018 no começo do ano passado estive em Extrema na instalação de uma Comissão especial em defesa dos Direitos da Mulher e durante o ano todo participei de encontros com mulheres para entrar na realidade do meu município e ver, ouvir as dificuldades por elas encontradas. E acabamos instalando na Câmara a Comissão Permanente em Defesa da Mulher. Hoje sendo eu a presidente atendo 18 mulheres, fazendo um trabalho muito íntimo e especial com cada uma delas (muitas não querem não querem tratar dos seus problemas através dos meios legais). 


O meu serviço é esse, trabalhar para o povo e com o povo, fiscalizar, criar e aprovar Leis importantes para o nosso município dando uma resposta coesa aos anseios da população.


Palavras que te inspiram? 
Força, determinação e Fé.

Palavra que simboliza sua família? 
TUDO minha base. Porque se eu não tivesse essa base consistente que vem do meu pai (pessoa que mais amo no mundo) eu não estaria aqui. Meu Esposo e minhas filhas que são a minha força diária. 

Um grande amor de sua vida?
Meu pai.

Uma frase que você leva para sua vida inteira? 
“Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.” - Bezerra de Menezes


Tecnologia do Blogger.