TRÁFICO ILÍCITO DE DROGAS - ITAJUBÁ -MG

No dia 31 de agosto, na cidade de Itajubá/MG, a PM durante operação policial no Bairro Santa Luzia, recebeu denúncia de tráfico de drogas no local. 

Após monitoramento do denunciado, S. L. S. V., 19 anos, que está cumprindo pena utilizando tornozeleira eletrônica e se encontrava em local inadequado para sua condição de sentenciado, o mesmo foi abordado e submetido a busca pessoal. 



Durante a abordagem o réu negou-se a fornecer o endereço em que residia e demais informações pessoais, porém, neste momento, sua esposa A. G. C. A., se apresentou aos militares, e tentou induzir os militares a erro, informando um local diverso da sua residência, entretanto os militares avistaram a suspeita saindo da casa nº 837, que segundo a mesma seria da sua mãe. 

Diante da situação de suspeição, os militares bateram ao portão, sendo atendidos pela senhora M. C. A., 24 anos, a qual abriu o portão, momento em que foi possível aos militares, perceber uma movimentação suspeita e um indivíduo correndo do quintal para o interior do imóvel, após ser avisado pelas suspeitas com o grito de “moiô!". Simultaneamente a situação narrada, as suspeitas, investiram contra os militares, na tentativa de evitar a progressão dos mesmos, insistindo em desobedecer à ordem de desobstrução, contudo, foram contidas.


Em continuidade a ação policial, os militares se posicionaram na porta de entrada do imóvel, onde foi possível visualizar o autor C. G. R. O., vulgo "QUEQUÉ", o qual se encontrava mexendo em algum objeto no armário da cozinha, e ao visualizar os policias, dirigiu-se para o corredor entre os quartos e a cozinha, tentando evadir, tendo então recebido ordem de parada, contudo, não obedecendo, fora contido pelos militares, que utilizaram técnicas de imobilização ao solo e algemação, conseguindo conter o suspeito. Em seguida, os militares verificaram o objeto sobre um armário na cozinha, tendo sido localizados dentro de um pote de mantimento, ocultados entre pó de café, 05 invólucros plásticos, contendo em seu interior um total de 71 epenndorfs contendo substância em pó de cor branca análoga cocaína, material ao qual de imediato o autor Cléber assumiu ser o proprietário. 

Diante da situação de flagrância, considerando a situação de tráfico e possível associação para o tráfico de drogas, os militares procederam buscas no imóvel, sendo localizado uma caderneta com anotações suspeitas e um invólucro plástico contendo centenas de epenndorfs vazios. 

No quarto pertencente ao casal S. e A. G., que inclusive estava com a porta fechada, no guarda roupas, em meio as roupas da suspeita, fora localizada uma pistola marca Taurus, calibre 765, carregador vazio e com numeração suprimida.

Ainda foram apreendidos 04 aparelhos celulares encontrados espalhados pela casa, bem como, o valor de R$ 98,00 (noventa e oito reais) que estava na posse de S. no momento da abordagem policial. Diante do flagrante e da materialidade delitiva, os envolvidos receberam voz de prisão. 

Ato contínuo, após a conferência dos materiais e competente registro do ocorrido, os autores, bem como todo o material apreendido, foram encaminhados à delegacia, onde foram apresentados e permaneceram á disposição da autoridade de polícia judiciária de plantão.
Tecnologia do Blogger.