Policiais Militares são atacados após Baile Funk ser fechado em Pouso Alegre-MG

Nesta segunda-feira, dia 23 de março, a Polícia Militar teve que fazer o fechamento de um Baile Funk, devido a aglomeração de pessoas a operação acabou terminando em tiros na cidade de Pouso Alegre-MG.


Parte do tumulto foi gravado por um morador.

Segundo a Polícia Militar, os participantes jogaram pedras e garrafas contra os policiais, que precisam reagir com balas de borracha e granada de efeito moral para dispersar a multidão. O baile acontecia em uma casa na Avenida Juiz de Fora, bairro São João. Por Volta das 20:00 horas. 

A Polícia Militar foi acionada a comparecer ao local e orientaram o organizador a parar o baile, conforme o decreto municipal que proíbe a aglomerações de pessoas devido a pandemia de Covid-19.

De acordo com a Polícia Militar, o organizador do baile não respeitou a orientação e passou incitar os frequentadores da referida festa contra os policiais. Os militares então deram uma ordem de que o baile fosse interrompido, e foram desacatados. 

Diante disso o organizador do baile recebeu voz de prisão, mas resistiu. Segundo a PM, ele incitou os frequentadores que atacaram os militares com pedras e garrafas, iniciando um tumulto. Para dispersar a multidão tiveram que usar balas de borracha e granadas de efeito moral. 

Um mulher teve de ser socorrida pelo Samu. Ainda não tivemos informações do motivo do socorro.

Foto: PousoAlegre.net

O responsável pela festa tem 31 anos, foi preso e encaminhado ao setor de registro, onde assina o termo de compromisso para comparecer em juízo.

Tecnologia do Blogger.