Casal de idosos se recupera da Covid-19 em Pouso Alegre-MG

O senhor Alcino Pereira da Silva, de 83 anos, e dona Ondina de Moura Bueno da Silva, de 80 anos, estão casados há 62 anos e não costumam se desgrudar um do outro. Pois o destino resolveu aprontar e mandar os dois para o hospital após serem contaminados com o novo coronavírus. A boa notícia é que o casal se recuperou da doença e já está juntinho de novo, agora em casa, na cidade de Senador Amaral.

Foto: Ascom HCSL

Foto: Ascom HCSL

Foto: Ascom HCSL

Foto: Ascom HCSL

Os dois ficaram 10 dias internados no hospital de Pouso Alegre-MG, mas já estão curados e voltaram para a cidade de Senador Amaral, onde moram. 

O casal foi internado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, referência para 32 cidades do Sul de Minas para o tratamento da doença. O primeiro a ser hospitalizado foi o seu Alcino, ainda no mês de abril. Uma semana depois do marido, dona Ondina também foi encaminhada para o hospital.


Cada um ficou em seu canto, isolado para o tratamento da Covid-19. As companhias passaram a ser as equipes médicas. Cerca de 10 dias depois, eles receberam alta e puderam voltar para casa.

A assessoria de comunicação do hospital divulgou um vídeo onde seu Alcino e dona Ondina falam da doença e do tratamento recebido.

“A gente ficou lá durante o tempo que foi preciso e tudo correu bem. A gente saiu são e salvo”, diz o sr Alcino.

“O tratamento foi muito bom. As enfermeiras foram muito boas pra mim e conheci três médicos que cuidaram de mim também, Dr Lucas, Dr Luís e Dra Natália. Gostaria de falar para eles continuarem bem fortes, animados”, disse dona Ondina.

“As pessoas que estiver com esse problema que eu já tive e, graças a Deus, hoje estou curado, que não descuide. Quando perceber que está com uma gripezinha ou mesmo uma outra coisa diferente, procurar o recurso [médico] logo, antes que passe do tempo. Porque se descuidar, passa mesmo e é perigoso”, alerta o sr Alcino.

O sr. Alcino e a srª Ondina estão casados há 62 anos. Eles têm cinco filhos, 16 netos e sete bisnetos.

O aposentado também agradece aos médicos e profissionais do hospital e alerta que é preciso ficar atento aos sintomas da doença e buscar ajuda.

Tecnologia do Blogger.