Capitão da Polícia Militar de Minas morre por Covid-19 e é sepultado em Patos de Minas

Nesta terça-feira,  14 de julho, a 9ª Região da Polícia Militar (9ª RPM), com sede em Uberlândia, perdeu um policial militar de 46 anos, vítima da Covid-19.

Segundo informou a Polícia Militar, o capitão Ivanir Clementino de Brito atualmente coordenava o 53º batalhão em Araguari.

Ele ficou internado por cerca de 15 dias em estado grave, em um hospital particular de Uberlândia, mas teve complicações e morreu durante a manhã.

A polícia também informou que é a primeira morte de um militar em serviço da 9ª RPM, que abrange 18 cidades do Triângulo Mineiro e a segunda de Minas Gerais, conforme nota enviada pelo comando da PM no estado.

Na nota, a polícia lamentou o falecimento e informou que toda assistência à família está sendo prestada. “Mais um herói que honrou a sua farda e cumpriu sua missão no bom combate em defesa da sociedade mineira”.


A Polícia Militar também esclareceu que todos os militares que trabalharam com o capitão foram colocados em isolamento social e medidas de higienização são tomadas. Já o comando estadual ressaltou que o trabalho profilático e o emprego de procedimentos sanitários adotados pela instituição têm sido eficazes no controle de casos da doença.

A previsão é que capitão Ivanir Clementino de Brito seja enterrado em Patos de Minas, onde parte da família mora.

O Jornal o Aperitivo deseja os melhores votos de pesar para os familiares e amigos do Capitão Ivanir Clementino de Brito. Que Deus conforte o coração de todos.

Fonte: Patos Agora. 

Tecnologia do Blogger.