janvier 21, 2022

Jornal O Aperitivo

Find all the latest articles and watch TV shows, reports and podcasts related to Portugal

Atualização de epidemia global

Lançado na sexta-feira, 17 de dezembro de 2021 às 20h59.

Novas atividades, novos relatórios e destaques: atualizações sobre os desenvolvimentos mais recentes na epidemia Kovit-19 em todo o mundo.

– Rumo ao “Passe de Vacina” na França –

O Health Pass se tornará o “Vaccine Pass” no início do ano, o primeiro-ministro Jean Costex anunciou na noite de sexta-feira que só será implementado com um esquema de vacinação completo e não é mais um simples teste negativo.

Ele também destacou que as prefeituras devem desistir de shows e fogos de artifício de réveillon, período em que o consumo de álcool nas vias públicas será proibido para restringir a distribuição da variante Omigran.

– França e Dinamarca “alto risco” para a Alemanha –

A Alemanha classificou na sexta-feira a França e a Dinamarca como áreas de “alto risco” de infecção, impondo um período de isolamento para viajantes não vacinados desses países.

A partir de domingo, a mudança também valerá para viajantes da Noruega, Líbano e Andorra.

A Alemanha, já afetada por uma recuperação significativa da poluição do vírus corona, deve se preparar para uma nova “onda massiva” ligada à disseminação meteórica da variante do Omigron, disse o ministro da Saúde, Karl Lauterbach, na sexta-feira.

– Vacina indiana aprovada –

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou na sexta-feira a vacina anti-vacas indiana Covovax.

A vacina é “fabricada pelo Indian Serum Institute sob a licença Novovac e faz parte do portfólio Kovacs (International Anti-Govt Vaccine Distribution Organization, Editor’s Note), o que ajuda a aumentar os esforços para vacinar países de baixa renda”, disse a OMS.

– Irlanda: toque de recolher obrigatório para bares e restaurantes –

O primeiro-ministro irlandês Michael Martin anunciou na noite de sexta-feira que estabeleceria um toque de recolher para pubs, bares e restaurantes até as 20h00 até o final de janeiro para combater a propagação da variante Omigron do vírus corona.

READ  A União Europeia (UE) ameaçou "isolar" o Taleban se ele tomar o poder

– Pico de poluição no Reino Unido –

Pelo terceiro dia consecutivo, o Reino Unido estabeleceu um novo recorde de poluição Covit-19 na sexta-feira, com 93.045 casos registrados em 24 horas, de acordo com autoridades de saúde.

– Suíça: Rigorosa repressão anti-Govt –

O governo federal anunciou na segunda-feira que a Suíça intensificaria seu anti-Govt. Agora, somente pessoas vacinadas ou curadas podem ter acesso ao interior de restaurantes, instituições culturais, instalações esportivas e de lazer e eventos internos.

– Dinamarca fecha sua vida cultural –

A Dinamarca vai ordenar o fechamento de cinemas, teatros e salas de concerto em uma tentativa de conter o aumento do processo Covit-19, que foi acelerado pela nova variante do Omigron.

– Rugby: adiamento de jogos entre franceses e britânicos –

Os jogos entre os clubes franceses e britânicos agendados para sábado e domingo nos dois troféus europeus de rúgbi foram adiados para uma “data posterior” devido a restrições de viagem entre os dois países.

– Vacinas: 335 milhões de doses administradas por Washington –

Washington já distribuiu mais de 335 milhões de doses de vacinas anti-Govt para 110 países, de acordo com um alto funcionário da Casa Branca na sexta-feira.

– África do Sul: casos de Omigron explodem, mas não casos graves –


A variante Omigran gerou casos de infecção pelo Govt-19 na África do Sul, mas o número de internações e mortes em hospitais é atualmente menor do que as ondas anteriores, disseram autoridades de saúde na sexta-feira.

– Mais de 5,33 milhões de pessoas morreram –

A epidemia já matou mais de 5,33 milhões de pessoas em todo o mundo desde o final de 2019, de acordo com estimativas estabelecidas por números oficiais da AFP ao meio-dia de sexta-feira.

READ  O diretor britânico Ken Loach foi expulso do Partido Trabalhista


Os Estados Unidos são o país mais triste com 803.652 mortes, à frente do Brasil (617.395), Índia (476.869) e México (297.356).

A OMS estima que o número de epidemias no mundo pode ser duas a três vezes maior, levando-se em consideração o alto número de mortes direta e indiretamente ligadas ao Govt-19.