juillet 26, 2021

Jornal O Aperitivo

Find all the latest articles and watch TV shows, reports and podcasts related to Portugal

Defensor de direitos alerta para “riscos significativos” das tecnologias biométricas

Postado na terça-feira, 20 de julho de 2021 às 08h28.

Você pode ser preso injustamente por causa de um sistema de reconhecimento facial ou pode ser demitido de uma entrevista de emprego porque o computador o vê como um nervoso? Diante do desenvolvimento de tecnologias biométricas, o defensor dos direitos humanos é cauteloso em um relatório divulgado na terça-feira sobre os “riscos significativos” que representam.

Esta autoridade independente, liderada por Claire Hayden, adverte que “melhorias potenciais por tecnologias biométricas não serão prejudiciais para uma parte da população, ou às custas de vigilância geral.”

Com o passar dos anos, essas tecnologias se difundiram ao analisar os dados biométricos de uma pessoa, como características faciais, voz ou características comportamentais, até mesmo para identificar ou identificar sua personalidade.

Mas eles são “particularmente intrusivos” e “riscos significativos de violação dos direitos fundamentais”, disse o relatório.

Eles primeiro expõem “violações de segurança com consequências particularmente graves”, explica o defensor dos direitos. Se a senha puder ser alterada após um hack, as impressões digitais não poderão ser alteradas quando forem roubadas de um banco de dados. “Perigo para o anonimato no espaço público ao permitir uma forma de vigilância pública”, diz a empresa.

Além da proteção da privacidade, o relatório aponta especificamente para o “potencial incomparável das tecnologias biométricas para amplificar e automatizar a discriminação” em termos de métodos de aprendizagem. No entanto, sob sua aparente neutralidade matemática, eles podem ser não discriminatórios, especialmente devido a bancos de dados inadvertidamente dependentes.

“Nos Estados Unidos, três negros já foram presos injustamente por erros de reconhecimento facial”, lembra o relatório.

Segurança, recursos humanos, educação … são muitos campos envolvidos.

READ  Holanda: O jornalista investigativo Peter de Vries foi morto a tiros


Algumas empresas de recrutamento já comercializam software que dá aos candidatos pontuações durante uma entrevista de emprego. Estas tecnologias, que visam avaliar as emoções, “cometem muitos erros”.

O documento também aponta para o “efeito de bloqueio” das tecnologias biométricas, o que pode desencorajar alguns de prová-lo.

Para uma melhor supervisão, o Defensor de Direitos faz uma série de recomendações. Primeiro, ele conclama todos os atores públicos e privados a rejeitar as técnicas de avaliação emocional.

No que diz respeito ao reconhecimento facial já proibido pelo Conselho Constitucional para drones policiais, a defensora dos direitos acredita que deveria ser para outros dispositivos, como videovigilância ou câmeras de pedestres.

Por fim, a empresa deve estabelecer “auditoria externa e independente” dos dispositivos de identificação biométrica no modelo de “monitoramento dos efeitos adversos dos medicamentos” e testes de rotina dos efeitos dos mecanismos.