janvier 21, 2022

Jornal O Aperitivo

Find all the latest articles and watch TV shows, reports and podcasts related to Portugal

Países pobres estão recusando 100 milhões de doses perto da data de validade

No mês passado, os países pobres se recusaram a receber cerca de 100 milhões de doses Vacina Govit. Pergunta: A ONU disse na quinta-feira que sua data de validade estava se aproximando. EU ‘
Organização Mundial da Saúde (OMS) acusou repetidamente os países ricos de apreender vacinas e fornecer apenas vacinas de curto prazo aos países pobres. Um “insulto moral” à OMS.

No final de dezembro, a Nigéria havia queimado mais de um milhão de doses da vacina Astrogene há alguns meses.

Planeje melhor as campanhas de vacinação

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), desempenha um papel fundamental Mecanismo internacional de Kovacs Como principal parceiro logístico para distribuição de vacinas em países atrasados, estes agora se recusam a receber o valor que está muito próximo do prazo de validade. Em dezembro, “mais de cem milhões de doses foram negadas”, disse Edleva Cadilli, diretora da divisão de suprimentos do UNICEF, ao Comitê de Desenvolvimento do Parlamento Europeu.

Ele explicou que esses países precisam de quantidades de armazenamento de longo prazo para planejar melhor as campanhas de vacinação e fornecer imunidade às “pessoas que vivem em áreas inacessíveis e ambientes vulneráveis”.

Duração inferior a 10 semanas

O responsável explicou que um terço das doses dadas pela Covax foram doações de países europeus. Em outubro e novembro, as 15 milhões de doses da UE foram rejeitadas pelos países mais pobres, 75% das quais eram vacinas astrogênicas, cuja data de validade era inferior a dez semanas após a vacina atingir sua meta. Etleva Kadilli explicou que muitos países estão pedindo uma “divisão” nos suprimentos de vacinas e o adiamento para o próximo trimestre.

READ  A primeira pílula para tratar feijão-caupi logo foi vendida na França?

Ao todo, mais de 9,4 bilhões de vacinas já foram administradas em todo o mundo, disse o presidente da OMS, Tetros Adanom Caprais, em uma reunião do comitê de emergência do governo na quinta-feira. Mas 90 países ainda não atingiram a meta de vacinação de 40% estabelecida para o final de 2021, e “mais de 85% da população africana, ou cerca de um bilhão de pessoas, ainda não receberam uma única dose”.